Novo Ray-ban Clubround + vamos pensar sobre o consumo?

Tenho tentado mudar meus hábitos de consumo. O Projeto Roupa de segunda tem muito a ver com isso (aliás, vai lá ver o vídeo!).
Eu sempre consumi bastante. Não absurdamente, mas o suficiente pra deixar de usar várias coisas e esquecer de outras muitas.
Só óculos eu tinha vários! Todos meio porcarias, que comprava por impulso - e quase em atacado - em lojas como Asos e Urban Outfitters. Tudo a preço baratex, tipo 10 libras, 12 dólares. 
Eu amava. Fazia estoques de óculos, um mais bonito que o outro. O tempo foi dando a resposta: eles descascavam, soltavam as pernas e as lentes riscavam absurdamente. Acabavam no lixo reciclável depois de alguns anos. Gastei um dinheirão pensando na satisfação que eu teria em poder escolher, entre tantos, qual óculos usar. Mas será mesmo que eu precisava de tantos modelos assim?
A resposta, claro, é não.
Não é que seja obrigatório a ter apenas um - afinal, cada pessoa tem uma necessidade. O que eu quero dizer é que já tá mais do que na hora da gente repensar os nossos impulsos consumistas e focar em comprar menos e escolher melhor.


Isso tudo pra dizer que: estou apaixonada pelo novo Ray-ban, o Clubround, e esse desejo por ele me fez pensar sobre todas essas coisas. 

Segundo o site, o Clubround é inspirado no estilo autêntico dos modernos intelectuais e boêmios criativos. Gosto! Meu tipo de óculos haha. E, ah, ele é um mix entre o famoso Clubmaster e o Round. Achei perfeito, maravilhoso, meu óculos ideal materializado <3 E agora? Resta pensar direitinho e tentar não confundir impulso com necessidade. O que vocês acham? Vale a pena? 







Um vídeo publicado por Ray-Ban (@rayban) em

Um comentário

  1. tá bem lindo mesmo! mas preciso admitir que o que me chamou atenção mesmo foram as panquecas com nutella!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...